terapia ocupacional Terapia Ocupacional

Definição de Terapia Ocupacional

A Terapia Ocupacional é a arte e a ciência de ajudar pessoas a realizarem as atividades diárias que são importantes para elas. Ocupação em Terapia Ocupacional refere-se a todas as atividades que ocupam o tempo das pessoas e dão sentido a suas vidas. As Atividades são classificadas em: Atividades da Vida Diária; Atividades Profissionais e Produtivas; e Atividades de Diversão e Lazer (AOTA, 1994).

A Terapia Ocupacional pode ser considerada como uma Arte, pois é a profissão baseada em um conjunto de preceitos para a perfeita execução de tratar pessoas.

Entendida pela Ciência, pois cientistas ocupacionais estão conduzindo estudos sistemáticos sobre a forma, função e significado da Ocupação Humana.

A ação profissional do Terapeuta Ocupacional não está baseada na noção vivencial dos benefícios da atividade para o ser humano, mas em estudos que comprovam que a atividade humana é essencial para manter e resgatar a saúde.

O Papel clínico da Terapia Ocupacional consiste em avaliar e tratar a Ocupação Humana.

Avaliar problemas físico, mental, psicológico, educacional e social que estão interferindo na competência e capacidade da pessoa nas áreas de desempenho ocupacional e nas atividades humanas. (Neistadt e Creupeau, 1998)

As Atividades Humanas são essências para a vida. Pois através delas os seres humanos se individualizam como ser, constroem seu mundo psíquico e se relacionam com os seus semelhantes e com o mundo que o cerca.

A doença ou outras situações externas à pessoa, podem gerar dificuldades no desempenho das atividades normais de seu cotidiano. O Terapeuta Ocupacional irá auxiliar na retomada destas atividades. Utilizando técnicas que estimulam capacidades e habilidades para que a pessoa possa melhorar sua autonomia seu bem estar. Fazer adaptações de ambiente e de rotina que favoreça um melhor desempenho ocupacional. Usa do recurso psíquico do ser humano de adaptar-se ativamente à sua realidade, aliada a capacidade da criatividade e de transformação pessoal. O Terapeuta Ocupacional será o facilitador deste processo. Um processo de aprendizado, adaptação, reorganização, crescimento, planejamento, reabilitação e recuperação da saúde.

Atividades Humanas

Classificamos atividades humanas em três áreas:

• Atividades Instrumentais da Vida Diária. São as atividades executadas no cotidiano, tais como: higiene e cuidado pessoal; alimentação, desde a compra, o preparo e o ato de alimentar-se;vestuário; compra de objetos pessoais, para a casa e terceiros; manutenção pessoal; cuidados do ambiente, casa, plantas e animais; gerenciamento financeiro; gerenciamento de tempo diário, ou agenda diária; descanso; religião; esporte e atividades corporais;  cuidados de terceiros; mobilidade e transporte.

• Atividades Profissionais ou Produtivas estão relacionadas ao trabalho, educação, artesanato, artes e brincar (no caso das crianças). Envolve suprir necessidades financeiras, crescimento pessoal e produtividade. Existe um produto final medido pelo desenvolvimento, capacidades e habilidades, ou algum bem palpável. São atividades complexas, pois se relaciona ao fato da pessoa fazer escolhas, medir desempenho e agrega valores.

• Atividades de Lazer e Diversão. Desde que o ser humano existe ele realiza esta atividade. Através de atividades religiosas, comemorativas e de expressão gráfica, corporal e verbal. É nesta atividade que o ser humano expressa seus sentimentos e repõe sua energia para o exercício das outras atividades. Ela proporciona a integração entre as pessoas e a celebração da vida. Cada época, povo, região tem sua forma própria de lazer e diversão. É uma atividade rica em simbolismo e valores pessoais e culturais. Geradora de qualidade de vida, uma vez que envolve alimentar as relações interpessoais e reparar energia física, mental e social.